Espuma marinha, espuma oceânica, é um tipo de espuma criada pela agitação da água do mar, normalmente quando essa água contém grande concentração de carbono orgânico dissolvido contendo proteínas, ligninas e lipídios derivados de fontes como a eflorescência algal.

Estes componentes são ativados por surfactantes ou agentes formadores de espuma. Como a água do mar é constantemente agitada pela ação das ondas na zona próxima ao litoral, a presença desses surfactantes entram em contato com a atmosfera e geram a espuma.

Suspensão de gás

Sendo assim, a espuma não é nada mais do que a suspensão de um gás em um líquido, que é caracterizada pela formação de pequenas bolhas, sendo assim, a espuma do mar é apenas um monte de incalculáveis bolhas de vários tamanhos.

Na água do mar temos uma quantidade inesgotável desses compostos resultantes de fenômenos químicos que ocorrem a partir dos seres vivos que lá vivem. Por isso, os mares e oceanos constituem um caldo riquíssimo em matéria orgânica, que são ingredientes indispensáveis para a formação das bolhas que formam a espuma.

As algas são as principais fontes de matéria orgânica na água do mar para formação de espumas espessas. Quando acontecem grandes florações de algas, elas libertam na água grandes quantidades de matéria em decomposição. Com a agitação das ondas, essa matéria orgânica acaba formando aquela espuma branca que tanto ornamentam a crista das ondas.

1 Comment

  1. JOSE
    8 de October de 2017
    Reply

    ligninas e lipídios derivados de fontes como a eflorescência algal / são ativados por surfactantes

    QUE PORCARIA E ESTA?!!
    DA PRA EXPLICAR?.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *