Toda pessoa na Terra já cometeu erros. Ninguém é perfeito. No entanto, às vezes, uma combinação de ações incorretas leva a consequências de grande escala, que só há uma questão em mente: como isso pode acontecer?

O Zona Curiosa listou os 7 maiores erros na história da humanidade, cujos efeitos custam uma fortuna.

1. $ 225 milhões perdidos por falta de impressão

Um errinho de digitação causou prejuízo para toda uma empresa em 2003. A Mizuho Securities queria vender ações da J-Com por cerca de 610 mil ienes (aproximadamente US$ 5 mil). No entanto, um trader mudou os números e colocou 610 mil ações ao preço de 1 iene. Apesar de ser muito mais do que a Mizuho tinha em ações, a oferta teve de ser honrada e o prejuízo foi de US$ 250 milhões (ou R$ 750 milhões).

2. A venda das ações da Apple

Junto com Steve Jobs e Steve Wozniak, Ronald Wayne foi muito importante nos anos de formação da Apple. Temeroso a respeito das experiências passados e cético em relação ao futuro, Wayne vendeu suas ações na Apple por ridículos US$ 800 (R$ 2.400), 11 dias depois da formação da hoje gigante da tecnologia. Segundo as estimativas, se tivesse mantido os papeis, ele hoje teria US$ 40 bilhões (R$ 120 bilhões).

3. Cálculos equivocados de Toshihide Iguchi

O executivo de banco Toshihide Iguchi converteu uma dívida de US$ 70 mil em um rombo de mais de US$ 1,1 bilhão para o Daiwa Bank depois de desconsiderar um investimento em papéis da dívida americana em 1983. Ele fugiu e as autoridades americanas demoraram 12 anos para prendê-lo.

4. A venda do Alasca

Durante o final do século XIX, o imperador russo, Czar Alexandre II, não viu nada no Alasca além de um pedaço desolado de terra cheio de gelo. Temendo que o Alasca fosse tomado de qualquer maneira pelos EUA, decidiu entregar o território por US$ 7,2 milhões em março de 1867. Os valores atualizados seriam incapazes de representar o tamanho do prejuízo para a Rússia, uma vez, que o Alasca é rico em diversos recursos naturais, em especial o petróleo

5. Xerox vaza segredo comercial à Apple

Nos anos 1970, a empresa Xerox já tinha criado um computador com mouse. No entanto, a firma nunca vendeu a ideia. Cerca de uma década depois, a Xerox convidou Steve Jobs e outros da Apple Inc. a visitarem suas instalações de desenvolvimento em troca de US$ 1 milhão em ações da Apple. Infelizmente para a Xerox, a Apple usou a ideia à sua própria maneira e nunca dividiu os lucros da ideia, afora aquelas ações de US$ 1 milhão que viraram US$ 14 bilhões, um lucro bom, mas irrelevante perto dos trilhões que a ideia do computador pessoal vale hoje.

6. James Howell perde US$ 6 milhões em Bitcoins

Em 2009, James Howell de Newport, Inglaterra, acumulou 7.500 Bitcoins, mas não tinha ideia do quanto valiam em dinheiro vivo. Em 2013, o valor do dinheiro virtual era de US$ 6 milhões em 2013. No entanto, para horror de Howell, ele deixou cair uma bebida no drive que continha os Bitcoins e estragou o equipamento, que jogou fora. Depois de saber da soma que havia perdido ele tentou recuperar o drive no lixão local, sem sucesso.

7. A perda de uma nave espacial

O Mars Climate Orbiter foi desenvolvido pela NASA para estudar o clima em Marte. No entanto, devido a um erro incrível, o contato com o navio foi perdido quando estava na atmosfera. Para transferir coordenadas, uma equipe da NASA usou unidades imperiais (pés e jardas) e outra métrica usada. Como resultado, o orbiter entrou na atmosfera de Marte muito baixo e desabou.

1 Comment

  1. william haddad
    24 de October de 2017
    Reply

    para chorar lágrimas de sangue por toda a eternidade

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *